Logística - PARÁ 2030
23723
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-23723,page-child,parent-pageid-21769,tribe-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.2.1,menu-animation-underline,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Logística

DESCRIÇÃO

O Pará apresenta vasta extensão territorial (1,2 milhão de km²) e ampla abrangência de vias de transporte (11,8 mil km de rodovias, 12,6 mil km de rios navegáveis e 257 km de ferrovias).

As melhorias nas condições da Logística do Pará representam uma oportunidade para o Estado se tornar mais competitivo no escoamento de produtos, devido à maior proximidade dos mercados consumidores internacionais.

DESCRIÇÃO

O Pará apresenta vasta extensão territorial (1,2 milhão de km²) e ampla abrangência de vias de transporte (11,8 mil km de rodovias, 12,6 mil km de rios navegáveis e 257 km de ferrovias).

As melhorias nas condições da Logística do Pará representam uma oportunidade para o Estado se tornar mais competitivo no escoamento de produtos, devido à maior proximidade dos mercados consumidores internacionais.

CONTEXTO

CONTEXTO

ampla malha de transportes instalada hoje no Estado, será otimizada tanto em seu estado de conservação quanto na construção de novos trechos a partir da necessidade de escoamento e características de cada cadeia produtiva do Estado.

Os investimentos em logística serão, portanto, relevantes para induzir a atividade econômica e atrair investimentos ao Estado e, assim, possibilitar que o escoamento de produtos ocorra de maneira mais competitiva, tendo em vista a proximidade do estado do Pará com os principais mercados consumidores internacionais – por exemplo, com os portos da Ásia e Europa.

Ademais, melhorias nas condições da logística do Pará representam uma oportunidade para o Estado se tornar mais competitivo no escoamento de grãos e outros produtos do Mato Grosso, devido à maior proximidade dos mercados consumidores internacionais.

ampla malha de transportes instalada hoje no Estado, será otimizada tanto em seu estado de conservação quanto na construção de novos trechos a partir da necessidade de escoamento e características de cada cadeia produtiva do Estado.

Os investimentos em logística serão, portanto, relevantes para induzir a atividade econômica e atrair investimentos ao Estado e, assim, possibilitar que o escoamento de produtos ocorra de maneira mais competitiva, tendo em vista a proximidade do estado do Pará com os principais mercados consumidores internacionais – por exemplo, com os portos da Ásia e Europa.

Ademais, melhorias nas condições da logística do Pará representam uma oportunidade para o Estado se tornar mais competitivo no escoamento de grãos e outros produtos do Mato Grosso, devido à maior proximidade dos mercados consumidores internacionais.

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

Ampliação da capacidade de escoamento das malhas viárias do Estado úteis ao setor produtivo.

Implantação de novos projetos mediante a instituição de parcerias público-privadas.

Ampliação da capacidade de escoamento das malhas viárias do Estado úteis ao setor produtivo.

Implantação de novos projetos mediante a instituição de parcerias público-privadas.

ÁRVORE DE INICIATIVAS

ÁRVORE DE INICIATIVAS

O fomento da intensificação da pecuária sustentável no Estado do Pará depende de ações nas seguintes iniciativas

O fomento da intensificação da pecuária sustentável no Estado do Pará depende de ações nas seguintes iniciativas

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Mobilizar recursos, reformular fluxograma de processos e estabelecer sistema de governança eficiente de modo a titular terras consistentemente e, por consequência, destravar investimentos e produção.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Melhorar o sistema de regularização e licenciamento ambiental, para otimizar a relação entre proteção do meio ambiente e produção.

ABERTURA DE NOVOS MERCADOS E RASTREABILIDADE

Abrir novos mercados para venda da carne produzida no Estado.

CAPTAÇÃO E ATER

Difundir conjunto de práticas de alto rendimento e produção eficiente para uso contínuo na áreas de produção pecuarista.

DISPONIBILIDADE DE CRÉDITO

Adequar ofertas de crédito às necessidades dos investidores pecuaristas de modo a fomentar intensificação sustentável da pecuária no Estado.

FORMALIZAÇÃO DE MERCADO

Promover instrumentos de incentivos a produtores regulares e criar sistemas de controle, fiscalização e denúncia de atividades ilegais na cadeia da pecuária no Estado.

TRIBUTAÇÃO E INCESTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais para pecuária no Pará de modo a incentivar o aumento significativo do rebanho.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Mobilizar recursos, reformular fluxograma de processos e estabelecer sistema de governança eficiente de modo a titular terras consistentemente e, por consequência, destravar investimentos e produção.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Melhorar o sistema de regularização e licenciamento ambiental, para otimizar a relação entre proteção do meio ambiente e produção.

ABERTURA DE NOVOS MERCADOS E RASTREABILIDADE

Abrir novos mercados para venda da carne produzida no Estado.

CAPTAÇÃO E ATER

Difundir conjunto de práticas de alto rendimento e produção eficiente para uso contínuo na áreas de produção pecuarista.

DISPONIBILIDADE DE CRÉDITO

Adequar ofertas de crédito às necessidades dos investidores pecuaristas de modo a fomentar intensificação sustentável da pecuária no Estado.

FORMALIZAÇÃO DE MERCADO

Promover instrumentos de incentivos a produtores regulares e criar sistemas de controle, fiscalização e denúncia de atividades ilegais na cadeia da pecuária no Estado.

TRIBUTAÇÃO E INCESTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais para pecuária no Pará de modo a incentivar o aumento significativo do rebanho.

  • Nova rodada de reuniões sobre o projeto da ferrovia paraense, agora com a estatal russa RZD

    Após a reunião desta semana com a gigante China Railways Corporation (CREC 10), o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachki, e seu adjunto, Eduardo Leão, reuniram-se na tarde desta quinta-feira, 5, em São Paulo, com a empresa Russian Railways (RZD), para avaliação dos estudos......

  • Sedeme continua o debate com gigante chinesa sobre o projeto da Ferrovia Paraense

    O projeto da Ferrovia Paraense foi tema de uma reunião na manhã desta quarta-feira (4) entre a China Railways Corporation (CREC 10) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme). A empresa chinesa (que em novembro passado já assinara, em Brasília,......

  • Sedeme levará energia a duas comunidades de São Geraldo

    “Sem energia elétrica, até se alimentar é difícil, pois não tem como conservar os alimentos.” Com esta frase, a líder comunitária Maria Neide, a Lady, resume a situação dos moradores das comunidades de Sucupira e Santa Cruz, na região da Serra das Andorinhas, no município......

  • Porto de Vila do Conde recebe melhorias para exportar

    O aumento das exportações do Pará em 2017, de 37,80% (efeito direto da política estadual de desenvolvimento, por meio do programa Pará 2030), contribuiu para virem à tona graves problemas envolvendo o porto de Vila do Conde, em Barcarena. E também acendeu um alerta vermelho:......