Manejo Florestal - PARÁ 2030
24398
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-24398,page-child,parent-pageid-21769,tribe-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.2.1,menu-animation-underline,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Manejo Florestal

DESCRIÇÃO

Com 208 mil km² de florestas nativas, o Estado do Pará tem grande potencial para o manejo de madeira de lei com baixo custo de produção. O desenvolvimento da cadeia consiste em concessões florestais com o objetivo de alavancar e verticalizar a atividade dentro do Estado por meio de práticas sustentáveis.

DESCRIÇÃO

Com 208 mil km² de florestas nativas, o Estado do Pará tem grande potencial para o manejo de madeira de lei com baixo custo de produção. O desenvolvimento da cadeia consiste em concessões florestais com o objetivo de alavancar e verticalizar a atividade dentro do Estado por meio de práticas sustentáveis.

CONTEXTO

CONTEXTO

O maior controle sobre o desmatamento ilegal reduziu a produção de madeira nativa, mas concessões e produção comunitária possibilitam a retomada sustentável da produção.

O incentivo ao manejo representa uma ação importante para conservação da floresta amazônica e geração de renda e PIB. A atividade possui impactos diretos para a garantia do desenvolvimento sustentável no Estado.

O maior controle sobre o desmatamento ilegal reduziu a produção de madeira nativa, mas concessões e produção comunitária possibilitam a retomada sustentável da produção.

O incentivo ao manejo representa uma ação importante para conservação da floresta amazônica e geração de renda e PIB. A atividade possui impactos diretos para a garantia do desenvolvimento sustentável no Estado.

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

ÁRVORE DE INICIATIVAS

ÁRVORE DE INICIATIVAS

Iniciativas do Pará 2030

Iniciativas do Pará 2030

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Mobilizar recursos, reformular fluxograma de processos e estabelecer sistema de governança eficiente, com objetivo de titular terras consistentemente e, por consequência, destravar investimentos e produção.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental para aumentar a agilidade do processo.

ABERTURA DE NOVOS MERCADOS

Legitimar em âmbito internacional a sustentabilidade do manejo de florestas nativas no Pará.

LEGISLAÇÃO DE FOMENTO

Legitimar em âmbito legislativo nacional a sustentabilidade do manejo de florestas nativas no Pará.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Mobilizar recursos, reformular fluxograma de processos e estabelecer sistema de governança eficiente, com objetivo de titular terras consistentemente e, por consequência, destravar investimentos e produção.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental para aumentar a agilidade do processo.

ABERTURA DE NOVOS MERCADOS

Legitimar em âmbito internacional a sustentabilidade do manejo de florestas nativas no Pará.

LEGISLAÇÃO DE FOMENTO

Legitimar em âmbito legislativo nacional a sustentabilidade do manejo de florestas nativas no Pará.

  • Governo apresenta Programa Pará 2030 a executivos do setor financeiro

    As diretrizes e estratégias de crescimento do governo paraense que integram o Programa Pará 2030 foram apresentadas pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki, durante a abertura do encontro “O Pará Não Para! Oportunidades na Regional Pará, Maranhão e Amapá”, promovido pelo......

  • Estado reivindica recursos de renovação da Ferrovia de Carajás para construir Ferrovia Paraense

    Parte dos recursos para a viabilização da Ferrovia Paraense pode vir da concessão da Estrada de Ferro Carajás. Em Brasília, o secretário Adnan Demachki esteve, nesta terça-feira (14), com Adalberto Vasconcelos, secretário especial da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimento (PPI). O objetivo é......

  • Empresas de agrofertilizantes investem 15 milhões em Santarém

    As empresas Camporico e Fertitex farão investimentos de 15 milhões de reais na aquisição e edificação de unidades industriais no bairro da Matinha, área a 4 km do porto santareno, para produção e comercialização de  agrofertilizantes. Os dois empreendimentos receberão benefícios fiscais do Estado, que......

  • Alubar celebra compromisso de carga com projeto da Ferrovia Paraense

    A Alubar Metais e Cabos S.A é a mais nova empresa a assumir compromisso de carga com o projeto da Ferrovia Paraense, conduzido pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme). A garantia de carga é......