Verticalização Mineral - PARÁ 2030
24407
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-24407,page-child,parent-pageid-21769,tribe-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.2.1,menu-animation-underline,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Verticalização Mineral

DESCRIÇÃO

A extração mineral é uma das atividades mais expressivas no Estado do Pará, com grandes indústrias instaladas na região e cerca de 36 mil empregos diretos no setor, o que corresponde a 3,5% das vagas formais de todo o Estado. Verticalizar a produção é fundamental para agregar valor à matéria-prima local, gerar riquezas e novas oportunidades de emprego.

DESCRIÇÃO

A extração mineral é uma das atividades mais expressivas no Estado do Pará, com grandes indústrias instaladas na região e cerca de 36 mil empregos diretos no setor, o que corresponde a 3,5% das vagas formais de todo o Estado. Verticalizar a produção é fundamental para agregar valor à matéria-prima local, gerar riquezas e novas oportunidades de emprego.

CONTEXTO

CONTEXTO

A atividade extrativa mineral possui grande representatividade na economia do Estado do Pará considerando as grandes reservas a serem exploradas, com destaque para o minério de ferro e a cadeia do alumínio..

Existe uma grande atratividade do setor privado em atividades de extração e verticalização mineral.

O Estado manterá os incentivos atuais à produção, passando também a unir esforços com o setor privado para reduzir os custos da cadeia mineral.

A atividade extrativa mineral possui grande representatividade na economia do Estado do Pará considerando as grandes reservas a serem exploradas, com destaque para o minério de ferro e a cadeia do alumínio..

Existe uma grande atratividade do setor privado em atividades de extração e verticalização mineral.

O Estado manterá os incentivos atuais à produção, passando também a unir esforços com o setor privado para reduzir os custos da cadeia mineral.

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

Diminuição dos custos de energia e logística.

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

Diminuição dos custos de energia e logística.

ÁRVORE DE INICIATIVAS

ÁRVORE DE INICIATIVAS

Iniciativas do Pará 2030

Iniciativas do Pará 2030

ACESSO À ENERGIA A PREÇOS COMPETITIVOS

Promover soluções que resultem em oferta de energia a preços mais competitivos para a extração mineral no Estado.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental de modo a aumentar a agilidade e transparência.

LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA

Garantir acesso eficiente às regiões produtoras e melhorar o escoamento da produção.

INCENTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais de modo a oferecer proposta de valor atraente para a atividade de extração mineral no Estado.

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO TÉCNICA

Melhorar a disponibilidade de profissionais e empresários capacitados para atuar nas atividades dos setores de verticalização.

ACESSO À ENERGIA A PREÇOS COMPETITIVOS

Promover soluções que resultem em oferta de energia a preços mais competitivos para a extração mineral no Estado.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental de modo a aumentar a agilidade e transparência.

LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA

Garantir acesso eficiente às regiões produtoras e melhorar o escoamento da produção.

INCENTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais de modo a oferecer proposta de valor atraente para a atividade de extração mineral no Estado.

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO TÉCNICA

Melhorar a disponibilidade de profissionais e empresários capacitados para atuar nas atividades dos setores de verticalização.

  • Indústria do Pará registra o maior crescimento do país em 2017

    O Pará registrou o maior crescimento industrial entre todos os estados brasileiros no ano passado. Entre janeiro e dezembro de 2017, o estado apresentou um aumento de 10,1%, o único com dois dígitos no país. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (09) pelo Instituto Brasileiro......

  • Estado debate, com Norsk Hydro, oferta de gás, Ferrovia Paraense e refinaria de alumina

    O governo do Estado, através do titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedeme), Adnan Demachki, se reuniu nesta terça (6) com o vice-presidente da Hydro Brasil, Sílvio Porto, e com o diretor institucional da empresa, Anderson Baranov: na pauta, investimentos estratégicos para o Estado. Foram......

  • Pará ganha primeira refinaria de ouro

    Após décadas como um dos principais produtores de ouro do planeta (o auge foi nos anos 1980, com o garimpo de Serra Pelada), o Pará ganha uma refinaria de ouro e vai gerar uma cadeia econômica a partir da verticalização da produção. O Protocolo de......

  • Sedeme apresenta resultados do Pará 2030

    O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Adnan Demachki, avalia que a ascensão do Pará, um Estado de perfil extrativista, para uma economia industrializada em médio e longo prazos, ganha força e potencialidade com o conjunto de políticas públicas implementadas no Pará......