Verticalização Mineral - PARÁ 2030
24407
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-24407,page-child,parent-pageid-21769,tribe-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.2.1,menu-animation-underline,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

Verticalização Mineral

DESCRIÇÃO

A extração mineral é uma das atividades mais expressivas no Estado do Pará, com grandes indústrias instaladas na região e cerca de 36 mil empregos diretos no setor, o que corresponde a 3,5% das vagas formais de todo o Estado. Verticalizar a produção é fundamental para agregar valor à matéria-prima local, gerar riquezas e novas oportunidades de emprego.

DESCRIÇÃO

A extração mineral é uma das atividades mais expressivas no Estado do Pará, com grandes indústrias instaladas na região e cerca de 36 mil empregos diretos no setor, o que corresponde a 3,5% das vagas formais de todo o Estado. Verticalizar a produção é fundamental para agregar valor à matéria-prima local, gerar riquezas e novas oportunidades de emprego.

CONTEXTO

CONTEXTO

A atividade extrativa mineral possui grande representatividade na economia do Estado do Pará considerando as grandes reservas a serem exploradas, com destaque para o minério de ferro e a cadeia do alumínio..

Existe uma grande atratividade do setor privado em atividades de extração e verticalização mineral.

O Estado manterá os incentivos atuais à produção, passando também a unir esforços com o setor privado para reduzir os custos da cadeia mineral.

A atividade extrativa mineral possui grande representatividade na economia do Estado do Pará considerando as grandes reservas a serem exploradas, com destaque para o minério de ferro e a cadeia do alumínio..

Existe uma grande atratividade do setor privado em atividades de extração e verticalização mineral.

O Estado manterá os incentivos atuais à produção, passando também a unir esforços com o setor privado para reduzir os custos da cadeia mineral.

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

O QUE PRECISA PRA DAR CERTO?

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

Diminuição dos custos de energia e logística.

Acesso mais ágil e simplificado ao licenciamento ambiental.

Diminuição dos custos de energia e logística.

ÁRVORE DE INICIATIVAS

ÁRVORE DE INICIATIVAS

Iniciativas do Pará 2030

Iniciativas do Pará 2030

ACESSO À ENERGIA A PREÇOS COMPETITIVOS

Promover soluções que resultem em oferta de energia a preços mais competitivos para a extração mineral no Estado.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental de modo a aumentar a agilidade e transparência.

LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA

Garantir acesso eficiente às regiões produtoras e melhorar o escoamento da produção.

INCENTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais de modo a oferecer proposta de valor atraente para a atividade de extração mineral no Estado.

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO TÉCNICA

Melhorar a disponibilidade de profissionais e empresários capacitados para atuar nas atividades dos setores de verticalização.

ACESSO À ENERGIA A PREÇOS COMPETITIVOS

Promover soluções que resultem em oferta de energia a preços mais competitivos para a extração mineral no Estado.

REGULARIZAÇÃO E LICENCIAMENTO AMBIENTAL

Redesenhar fluxograma de processos de licenciamento ambiental de modo a aumentar a agilidade e transparência.

LOGÍSTICA E INFRAESTRUTURA

Garantir acesso eficiente às regiões produtoras e melhorar o escoamento da produção.

INCENTIVOS FISCAIS

Redesenhar política de incentivos fiscais de modo a oferecer proposta de valor atraente para a atividade de extração mineral no Estado.

CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO TÉCNICA

Melhorar a disponibilidade de profissionais e empresários capacitados para atuar nas atividades dos setores de verticalização.

  • Nova rodada de reuniões sobre o projeto da ferrovia paraense, agora com a estatal russa RZD

    Após a reunião desta semana com a gigante China Railways Corporation (CREC 10), o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachki, e seu adjunto, Eduardo Leão, reuniram-se na tarde desta quinta-feira, 5, em São Paulo, com a empresa Russian Railways (RZD), para avaliação dos estudos......

  • Sedeme continua o debate com gigante chinesa sobre o projeto da Ferrovia Paraense

    O projeto da Ferrovia Paraense foi tema de uma reunião na manhã desta quarta-feira (4) entre a China Railways Corporation (CREC 10) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme). A empresa chinesa (que em novembro passado já assinara, em Brasília,......

  • Empresa chinesa CBSteel visita o Pará e declara interesse em investimentos

    O presidente da China Brazil New Energy Environment International Investment (CBSteel), Zhang Shengsheng, declarou ao governador do Pará, Simão Jatene, e ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachki, em reunião no Palácio do Governo, neste sábado, 24, que tem interesse em investir no Pará......

  • Votorantim vai usar caroço de açaí como fonte de energia

    A Votorantim vai substituir sua matriz energética (coque de petróleo, não renovável) pela queima de caroços de açaí como fonte de energia em sua fábrica de cimento no município de Primavera (Nordeste do Pará). A empresa recebe o apoio do governo do Estado, via secretarias......